Fundación Argidius

fomenta o fortalecimento de ecossistemas de empreendedorismo

Fundación Argidius

fomenta o fortalecimento de ecossistemas de empreendedorismo

Guatemala / Fundação

img1 (2).jpg

A Fundação Argidius apóia pequenas e médias empresas para melhorar a qualidade de vida da população em situação de pobreza mediante o fomento de ecossistemas de empreendedorismo nos quais parceiros estratégicos intervenham. Com esse objetivo, na Guatemala,já apoiou a organização Thriive, que presta serviços de fortalecimento institucional e aquisição de equipamentos às PMEs, dentro de um modelo de “repago para a comunidade”.

argidius.png
 

Antecedentes e contexto

A pobreza, a desigualdade e a falta de oportunidades de trabalho afetam a maior parte da população da Guatemala¹. Em 2014, último ano em que foi realizada a Encuesta Nacional de Condiciones de Vida (Pesquisa Nacional de Condições de Vida), a pobreza atingia 59,3 % da população. Em 2014,o coeficiente de Gini era de 0,53 em âmbito nacional e de 0,58 no departamento de Quetzaltenango². De acordo com o Banco Mundial, “em essência há duas Guatemalas, uma em boa posição econômica e outra pobre, uma urbana e outra rural, uma mestiça e outra indígena com grandes diferenças sociais e econômicas”³.

Essas diferenças afetam especialmente as mulheres, já que têm menor acesso a empregos remunerados; em particular, apenas 43,5%⁴ das mulheres têm emprego remunerado no setor não agrícola.

Um dos grandes problemas que as PME enfrentam na Guatemala é a falta de acesso a linhas de crédito e financiamento, já que nãocumprem as exigências das principaisinstituições bancárias. No contexto da COVID-19, calcula-se que apenas 20 % delas atendem os requisitos para ter acesso a crédito⁵, concedido habitualmente a taxas de juros muito elevadas. De acordo com o diretor executivo da Associação de Empreendedores da Guatemala (Asegua)⁶, “os passos a serem seguidos não são simples, é necessária melhor orientação e assessoria para guiar às PMEs nesse processo de tal forma que sejam levadas em conta”⁷.

A Fundação Argidius foi criada em 1956 e, a partir de 1992, seu foco de atuação foi o desenvolvimento empresarial. Essa abordagem, baseada na ideia de que o emprego sustentável dá às pessoas oportunidade de construir uma vida melhor para elas e suas famílias, se transformou na base de Argidius.

Thriive é uma organização com sede nos Estados Unidos que opera em vários países. Dedica-se a apoiar as PMEs, implementando estratégias de fortalecimento institucional e financiamento de maquinário e equipamento para o aumento da produtividade.

¹ Banco Mundial, (2020). Guatemala Panorama General. Disponível em
² Instituto Nacional de Estadística Guatemala, INE, (2015). República de Guatemala: Encuesta Nacional de Condiciones de Vida 2014 Principales resultados. Instituto Nacional de Estadística Guatemala. Disponível em
³ Banco Mundial, (2020). Op cit.
⁴ INE, (2015). Op cit.
⁵ Dado com base na aprovação por parte do governo da Guatemala de um fundo de US$ 52 milhões para outorgar créditos às MPMEs. Ministério da Economia do Governo da Guatemala, (2020). Foi aprovado o regulamento de crédito para MPMEs afetadas por COVID-19. Disponível em
⁶ Aceleramos Guate, (2019). ASEGUA. Disponível em
⁷ Prensa Libre, (2020). Coronavírus: Apenas duas de cada dez MPMEs se qualificam para obter os empréstimos anunciados pelo CHN. Disponível em

foto1 (2).jpg
 

Descrição

A Argidius começou a apoiar à Thriive Guatemala em 2016 devido ao seu caráter inovador e à sua afinidade com a visão da fundação. O caráter inovador da Thriive reside em sua metodologia de retorno, um repago social à comunidade por parte dos empresários beneficiados, como reembolso dos financiamentos que outorgam doadores como a Argidius.

Com essa metodologia de repago social, a empresa beneficiada pela Thriive devolve 10 %do investimento em dinheiro, sem juros, a fim de patrocinar outras empresas. Os 90% restantes são devolvidos à comunidade na forma de doações de produtos ou serviços e/ou capacitações.

"Além da criação de empregos, o impacto mais importante da Thriive é que, ao dar oportunidade a seus participantes de fazer repagos a suas comunidades, permite que eles vejam o efeito de suas ações em seu entorno. Essa experiência os ajuda a se tornarem cidadãos ativos, os empodera e lhes ensina que eles mesmos são capazes de mudar as coisas".


Irene Garcia

Program Manager da Fundação Argidius.

Os empresários passam por um processo de treinamento para poder desenvolver seu plano de repago social. Além disso, a Thriive tem ligações com várias organizações locais, permitindo aos empresários trabalharem em parceria com elas para desenhar e acompanhar seu plano de repago. A Thriive prioriza quatro características importantes em seus planos de repago:

  1. Doação de produtos para sua venda. A empresa beneficiada doa produtos a uma comunidade vulnerável, de maneira que esta possa vendê-los e obter capital próprio.

  2. Doação de serviços. A empresa beneficiada oferece seus serviços de forma gratuita a uma comunidade.

  3. Treinamento para otrabalho. A empresa beneficiada capacita o pessoal recém contratado, graças à ampliação de sua atividade pela aquisição de maquinário.

  4. Treinamento da comunidade. A empresa realiza oficinas com a comunidade sobre serviço ou produto que oferece.

A Argidius apoiou a chegada da Thriive na Guatemala ao aproximá-la a seus parceiros locais. Para isso, um ator chave foi Alterna, uma plataforma de inovação social líder no ecossistema do país. O objetivo dessa organização é “promover o desenvolvimento de empreendedores e empresas conscientes como um caminho para a região ser sustentável”⁸. Alterna aporta o espaço de trabalho e assessoria na seleção de participantes para o programa da Thriive, permitindo reduzir custos.

⁸ Alterna, (2020). Início. Disponível em

foto2 (2).jpg
 

Implementação

A abordagem da Argidius é oferecer apoio para o desenvolvimento de capacidades dentro das organizações com as que colabora. Sua labor se fundamenta em três linhas estratégicas: abordagem geográfica, parcerias estratégicas e promoção do aprendizado.

argidius 2.png

Da mesma forma, a Argidius seleciona parceiros para apoiar PMEs com alto potencial de crescimento que possam gerar novos postos de trabalho. Visando identificar os elementos característicos das empresas que apoia, a Argidius define três categorias: i) empresas pequenas que ainda estão formalizando seus processos; ii) empresas dinâmicas, mais sólidas, que continuam crescendo, e iii) empresas venture, com uma curva de crescimento mais acelerada.

Todos os anos, a Thriive seleciona um novo grupo de negócios, que equivale a uma “geração” (fase ou coorte). O processo de inscrição começa em junho, promovido em redes sociais, sessões informativas e boca a boca. As solicitações são analisadas às vezes de forma conjunta com a Alterna, e as iniciativas pré-selecionadas são visitadas e avaliadas pela equipe da Thriive.

O objetivo é que pelo menos 50 % dos negócios selecionados sejam liderados por mulheres.

O objetivo é que pelo menos 50 % dos negócios selecionados sejam liderados por mulheres. O apoio financeiro tem uma duração de dois anos e é outorgado a partir do ano seguinte à iniciação⁹. Para isso, é redigido e assinado um contrato entre a Thriive e as empresas que receberão o apoio. A Thriive compra o equipamento diretamente e o entrega às PMEs.

Financiamento personalizado

Para conceder o financiamento, o Gerente de Programas da Argidius faz uma revisão prévia das propostas e apresenta ao Comitê de Investimentos, integrado por familiares da fundação e especialistas em temas financeiros e sociais. O Comitê emite um parecer recomendando quais organizações devem ser selecionadas e, posteriormente,o Conselho da Argidius confirma as solicitações recomendadas pelo comitê.

Um dos elementos fundamentais no processo de tomada de decisão é o plano de trabalho elaborado pela organização solicitante, descrevendo as metas e os indicadores que deseja atingir com apoio da Argidius.

A doação concedida à Thriive tem uma duração de três anos com um planejamento multianual. A Argidius estabeleceu esse período por considerá-lo imprescindível para a visualização dos avanços e aprendizado em conjunto. A quantia fornecida não é destinada exclusivamente a atividades relacionadas diretamente com o objetivo do projeto, a saber, treinamento e compra de equipamento, mas também está disponível para financiar os gastos da organização com atividades administrativas e pessoal. Graças a seu bom desempenho,a Thrive vem recebendo o apoio da Argidius na forma de doações.

Um dos elementos fundamentais no processo de tomada de decisão é o plano de trabalho elaborado pela organização solicitante.

Para a fundação é importante que existam cofinanciados em seus investimentos. Por isso, busca parcerias para trabalhar em conjunto com outros atores sociais nos projetos apoiados. Por sua vez, a Thrive conta com apoio de empresas e outros doadores, permitindo não depender de uma única fonte de financiamento.

Thriive ofrece a los emprendedores una financiación de hasta USD 10.000 para compra de maquinaria y equipo, sin necesidad de un fiador o una hipoteca.

A Thriive oferece aos empreendedores o financiamento de até US$ 10.000 para a compra de maquinário e equipamentos, sem necessidade de fiador ou hipoteca.

A Thriive espera um retorno financeiro de 10 % sobre o investimento realizado, que deve ser pago em dinheiro, dividido em doze prestações sem juros
¹⁰ durante o primeiro ano do investimento.

 

Apoio não financeiro

O apoio não financeiro oferecido pela Argidius é definido no plano de trabalho, podendo evoluir se modificar de acordo com as necessidades apresentadas pela empresa apoiada. É fornecido com a participação de parceiros estratégicos especialistas nos temas pertinentes a cada caso. A Argidius também financia treinamento–por exemplo, em temas financeiros–e, no caso da Thriive, oferece assessoria na elaboração de relatórios de monitoramento e avaliação. Também financia mentoria e consultorias, além de fazer um acompanhamento customizado próximo.

Outra parte do apoio não financeiro oferecido pela Argidius consiste em sistematizar a experiência da Thriive para extrair boas práticas. Essa estratégia de aprendizagem e análise constante de seus parceiros é a base para a Argidius ajustar e melhorar continuamente seus apoios, realizando uma rigorosa avaliação do que está funcionando bem e do que pode ser melhorado.

A Thriive também oferece apoio não financeiro às empresas que financia, disponibilizando assessoria empresarial dada pela Alterna e o acesso a oficinas e treinamentos com abordagem empresarial.

 

Resultados

Para mensurar os resultados das organizações parceiras, a Argidius leva em conta dois indicadores chave: o aumento da renda e a criação de empregos. Esses dados são apresentados duas vezes por ano, primeiro no relatório semestral e, depois, ao término do ano, em um relatório anual. Além disso, a cada ano são organizados pelo menos dois encontros presenciais para verificar o avanço dos indicadores no campo.

Com base no plano de trabalho inicial, é feita uma análise comparativa dos avanços reais, para avaliar os avanços e planejar as atividades futuras. A Thriive faz um acompanhamento dos empreendimentos mediante visitas a campo e contatos periódicos de um supervisor de repagos e seu gerente comunitário. Além disso, organiza encontros com os empreendedores apoiados, agrupados por setor ou tema, para incentivar o feedback entre os participantes.

Entre os resultados obtidos desde o início das operações da Thriive na Guatemala, se destacam¹¹:

  • Um total de 70 empresas apoiadas.

  • Um crescimento de 81% em média de todas elas.

  • Os resultados da fase 2017 (que contam comos dados de medição de 2018 e 2019)¹² são:

  • Todos os negócios apoiados (14) realizaram seu repago.

  • Foram criados 71 novos postos de trabalho.

  • 800 pessoas foram beneficiadas pelo modelo de repago.

Na fase 2019, mais de 50 % dos negócios selecionados eram liderados por mulheres, atendendo à meta de maior inclusão de gênero.

⁹ Por exemplo, a primeira geração, chamada fase 2015, foi selecionada em 2015 e recebeu apoio em 2016 e 2017. A geração de 2016 (fase 2016) recebeu em 2017 e 2018 e assim sucessivamente. Até o momento há cinco gerações (2015, 2016, 2017, 2018 e 2019). As 3 primeiras já estão graduadas, a de 2018 está no segundo ano de apoio e a de 2019 no primeiro.
¹⁰ Thriive Guatemala, (2018). ¿Cuál es el fin de Thriive?. Disponível em

Para mensurar os resultados das organizações parceiras, a Argidius leva em conta dois indicadores chave:o aumento da renda e a criação de empregos.

O modelo de repago foi atingido em 85% dos casos, resultando em benefícios consideráveis para as comunidades, além de ter funcionado como um motor de mudança. Algumas empresas continuaram fazendo aportes e fornecendo treinamento mesmo após o término da relação contratual, fazendo com que o programa transcendesse a mera oferta de crédito e fomentando maior solidariedade e uma participação cidadã mais ativa.

¹¹ Esses resultados levam em conta as cinco gerações de negócios que até agora foram apoiadas pela Thriive Guatemala.
¹² A fase ou geração 2017 foi formada por 14 empresas. Esses resultados correspondem ao último trimestre de 2019, que foi o último ano em que receberam apoio.

foto3 (1).jpg
 

Aprendizados e perspectivas

Para a Argidius, o principal desafio da Thriive é fazer com que os doadores e investidores filantrópicos potenciais entendam o modelo único de retorno social. Seu modelo híbrido de criação de emprego através do desenvolvimento de capacidades empresariais, acompanhado do componente de doação à comunidade, faz com que não seja totalmente compatível com a filantropia tradicional ou com o investimento de impacto. Isso é chave porque dependem das doações que recebem para sobreviver no longo prazo. A Argidius considera que os investidores filantrópicos deveriam ser mais flexíveis e mais abertos a novos modelos.Um de seus maiores aprendizados reside na necessidade de escutar as organizações apoiadas e manter uma relação aberta com elas.

Para a Thriive,o principal desafio tem sido a incorporação da ideia do repago por parte dos empresários da Guatemala, mais acostumados às doações a fundo perdido. Seu principal aprendizado foi entender a importância do acompanhamento constante das empresas apoiadas. A Thriive já comprovou a relevância de ouvir os empresários para entender as suas necessidades e de manter uma excelente comunicação com eles para que entendam o funcionamento e a lógica do programa. Isso é importante para maximizar, avaliar e mensurar seu impacto, assim como para compartilhar e dar a conhecer os casos de sucesso e, dessa forma, atrair mais doadores.

Um de seus maiores aprendizados reside na necessidade de escutar as organizações apoiadase manter uma relação aberta com elas.

A doação para a Thriive Guatemala está chegando ao fim, porém, o trabalho com a Argidius continua em outras regiões. Além disso, a sua prioridade é continuar fortalecendo institucionalmente as organizações com finalidade social para que sejam capazes de angariar mais fundos e se tornarem menos dependentes de seu apoio.

A Argidius comunicou a todas as organizações com as quais trabalha que está aberta à possibilidade de redirecionar fundos previamente alocados ou disponibilizar recursos adicionais para atender às necessidades geradas pela crise da pandemia. Ao mesmo tempo, financiou mentorias sobre o assunto para organizações que precisassem receber esse tipo de apoio.

A Thriive Guatemala realizou cinco novos investimentos em setembro de 2020. Além disso, decidiu conceder um segundo financiamento a 10 empresas de gerações anteriores para minimizar os efeitos da crise.